hábito
substantivo masculino

  1. Maneira usual de ser, fazer, sentir; costume, regra, modo.
  2. Maneira permanente ou frequente de comportar-se; mania.

    Fonte:  Foto de domínio público CANVA

Já que resolvemos abordar esse tema de construção de novos hábitos aqui no blogue para que todos nós conseguimos ter uma vida equilibrada e em harmonia com o meio ambiente, nada mais justo que começar treinando nossa mente!

Provavelmente vocês já devem saber que eu sou completamente apaixonada pelo universo literário desde pequena. As letras sempre foram minhas amigas, mas houve um período – principalmente na faculdade – , em que esse hábito foi deixado de lado.

Você pode considerar livros acadêmicos parte do prazer da literatura, mas será que é mesmo? Apesar de ter estudado um dos temas que mais gosto do mundo, o turismo, não era satisfatório pra mim ser forçada a ler os milhões de textos.



E aqui vai minha primeira dica: Não se permita ser forçado.

Quando você é induzido por terceiros a fazer alguma coisa, naturalmente aquela coisa perde o valor. Mesmo que seja bom e você goste. Isso serve para tudo na vida, viu? Mas voltando para a literatura: Não importa se o amigo está lendo um bestseller e te aconselhou, ou forçou, a lê-lo. Se você ler as primeiras primeiras páginas e não gostar, não se sinta obrigado a continuar. A leitura não é uma competição. É o momento que você tem consigo mesmo de explorar outros universos.

Dito isto, vamos para minha segunda dica: Não fazer a leitura uma competição.

Se alguém se dispõe a ler um livro por semana, é porque está pessoal tem uma rotina que a permite desfrutar dos livros por mais tempo ou por outras mil razões que eu e você não sabemos. Como minha mãe sempre diz: Você não é todo mundo! E não somos mesmo. Pessoas têm diferentes gostos e rotinas. Você precisa ver o que é bom pra você, e isso basta.

A terceira dica, antes de começarmos a falar de como montar seu cronograma, é nada mais do descobrir seus gostos.

Leia o que te interessa, o que te deslumbra. Eu sou gosto de história! Leio história do Brasil e do mundo inteiro, se me permitir, mas também sou uma tola apaixonada por livros de romances de época. Já li tudo que vocês podem imaginar a respeito, mas em contra partida, não tem noção com temas mais profundos, por exemplo. Do que você gosta?

Agora precisamos montar um cronograma para que a leitura se torne um hábito. Digamos que você trabalhe de manhã e de tarde e estude a noite. Bem… Essa já foi a minha realidade, vai que possa ser a sua também. Você precisa encontrar o melhor horário para se dedicar a você! Pra você é melhor de manhã, na hora do almoço ou de noite depois do jantar ou antes de dormir? Encontre seu horário ocioso. Encontrou? Agora sim vamos lá.

Com o gosto literário definido, agora é a escolha do livro. Para começar, aconselho pegar os menores. Existem livros pequenos que são mais maçantes que os grandes, mas em sua grande maioria, é melhor para que não se canse. Acredito que dois capítulos para ler por dia, nem mais e nem a menos, seja o suficiente por agora. Nos dias livres, faça a mesma coisa e no mesmo horário.  Se você achar que pode ler mais, fica a vontade, mas lembra-se que deve ler a mesma quantidade todos os dias. 

Verá que quando finalizar o primeiro livro, terá seu momento de luto pós término, mas isso é muito normal! Respire, deixe a mente esvaziar por alguns dias e depois, quando se sentir confortável, pegue outro. Lembra-se sempre que não é uma competição! Se você calculou ler um livro por mês, mas está lendo há três meses o mesmo… Qual é o problema? O importante é lê-lo diariamente ou, pelo menos, um dia sim e outro não. Hábitos são construídos dia a após dia. Você não consegue o corpão na academia, se desistir de ir, não é mesmo?

Constância é o segredo.

Vocês usam alguma estratégia? Conta aqui nos comentários pra gente! Vamos adorar respondê-los.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: