Foto de domínio público. Fonte: EMBRATUR

Uma voltinha pela Cidade do Jazz&Blues

Seguindo nossa lista de cidades do Rio de Janeiro, hoje nós vamos para Rio das Ostras.  Antes de contar um pouco sobre como é passar um único dia na cidade e aproveitá-la bastante, devo enfatizar que AMEI as praias.  Já começo aconselhando a ir por aí.

Se você é residente do Rio de Janeiro e está querendo evitar as praias cariocas nos finais de semanas, então oriento a Região dos Lagos e em especial Rio das Ostras.  Aproximadamente 2h40min de distância da Capital Fluminense, o ideal para quem não tem o final de semana inteiro para curtir, seja por trabalho ou estudo, é ir bem cedo.  Ônibus partindo da Rodoviária Novo Rio custa de R$57,00 a R$60,00.  Os valores podem ser conferidos nas viações 1001 e macaense, e nos sites www.plataforma10.com e www.temonibus.com

Chegando cedo na cidade, você pode fazer um reconhecimento a pé;  passando pela Praça da Baleia, Casa da Cultura e Museu do Sítio Arqueológico Sambaqui da Tarioba.   Depois daquele café da manhã gostoso nos quiosques, fica a vontade para curtir as praias. O interessante é que, diferente das praias cariocas, a areia é muito branquinha e não absorve o calor, ou seja… Você não precisa correr que nem louco em direção da água naqueles dias de sol mais apino.  A areia morna até relaxa.

A noite você pode caminhar ou andar de bicicleta pela Orla de Costa Azul, a não ser que vá no Feriado de Corpus Christ, porque acontece o famoso evento de Blues e Jazz.  Cantores de toda a parte do país e do mundo vão para Rio das Ostras se apresentar.  É bem legal e divertido, mas nesse caso, aconselho ficar pelo menos um final de semana completo.

10511638_833402496710626_2045394620203426324_o

Na feirinha no Centro da Cidade.


One Comments

Deixe uma resposta