4 dias em Arraial do Cabo

 

  Em outubro, eu e meu namorado decidimos viajar e aproveitar o restante das ferias dele. Em menos de 15 dias decidimos o destino, compramos passagens reservamos pousada, e fomos. O destino escolhido foi Arraial do Cabo, na região dos lagos no Rio de Janeiro. 

  Pois bem, Arraial é uma cidade bem pequena aqui no Rio, e o principal atrativo é sem duvidas a natureza, as praias belíssimas, e outras belezas naturais como a pedra do perfil do gorila, a fenda de nossa senhora, a gruta azul, além de ser conhecida como a capital do mergulho. Também tem o museu oceanográfico que fica situado na praça Daniel Barreto, ou praça do Cova como é chamada. Nesse museu existe o esqueleto de uma Orca, dentre outros objetos e que fazem parte da historia da cidade, como parte de náufragos por exemplo.

  Vou começar falando do museu, a entrada custa 3 reais. E lá você encontra diversos objetos, o esqueleto da Orca e teoricamente encontraria aquários, que no dia que eu fui estavam em manutenção, e foi avisado na entrada. Acredito que a visita valha muito mais apena com os aquários em funcionamento mas por 3 reais, vale entra e vê a atração principal que é esqueleto.

 As praias são simplesmente maravilhosas, ao todo são 8 praias, mas conheci apenas 5 delas, e vou dar uma breve opinião sobre cada uma. A primeira praia que fui foi a Praia Grande, que tem uma faixa de areia bem larga e longa, e é onde a água é ou estava mais gelada também, bem, bem gelada mesmo, lembrando que a água em todas as praias é fria. A segunda é a Praia dos Anjos, uma praia bonita mas não me impressionou muito, fica logo ao lado do porto do forno. A terceira por tanto foram as prainhas do Atalaia, duas praias que se encontram e essa foi a minha favorita, a praia é lindíssima, e foi onde a água estava menos fria, fiquei apaixonada por aquela praia e indico que todos a visitem, o acesso a ela é feito de carro ou barco e de barco existe a opção da escuna, que foi a minha opção, ou o barco táxi, que na tabela dizia ser 15 reais. A quarta foi a Prainha que é na realidade uma enseada muito bonita, e foi sem duvidas a minha segunda favorita, e a água estava menos fria também. E por fim a quinta, a Praia do Forno, cujo o acesso é feito através de uma trilha curta que foi a minha opção, ou de barco táxi que custam 10 reais, eu havia lido maravilhas sobre a praia e talvez isso tenha feito com que eu me decepcionasse um pouco com ela, a verdade é que pelo menos no dia em que eu fui estava bem suja a praia, e acho que isso pra mim já fez decair muito, além de que eu fui esperando demais do lugar. Mas sim vale a ida e talvez eu tenha dado azar no dia. Além dessas existem a Praia Brava, a Praia do Farol que eu apenas vi do barco, e a Praia do Pontal.

  Lá vocês vão encontrar muitos passeios de escuna, e aconselho que pesquisem muito bem antes de fechar algum, pois os preços podem variar bastante. O preço tabelado é de 60 reais, mas haviam até de 30, lembrando que lá é cobrada uma taxa de embarque de 5 reais pela prefeitura. Não vou indicar o barco no qual eu fiz o passeio, pois foi cobrado 40 reais, e no meio do passeio o barco teve um problema no motor, e teve que ser puxado por outro para o pier. O passeio oferecia, a gruta azul um dos pontos que não chegamos ai, a ilha do farol, onde tem a praia do farol onde só vimos de dentro do barco, a fenda de nossa senhora, a pedra do perfil do gorila, as prainhas do Atalaia, e o restaurante flutuante da enseada do forno.

  A pousada que ficamos lá foi a Pousada Fernandes. Gostei bastante, os donos são muito simpáticos e atenciosos, além da localização deles ser ótima, fica a 5 minutos da rodoviária a pé, e a 10 minutos a pé da Praia Grande, Praia do Forno, Praia dos Anjos e da Prainha, além do museu oceanográfico. Fica bem na Praça da Independência,  ali na praça mesmo havia o restaurante self service onde almoçamos todos os dias da viagem e uma padaria ótima. A pousada não oferece café da manhã, mas no quarto tem um frigobar e eles todos os dias deixavam copos, pratos e talheres limpos. Logo em frente tem um ponto de ônibus onde é possível pegar ônibus para Búzios, Cabo Frio, Araruama entre outras cidades. Como não tínhamos muito tempo fomos apenas pra Cabo Frio na praia do Forte.

   Resumo da opera, aconselho muito a cidade, e aconselho que fiquem uma semana pra curtir muito a cidade porque lugares pra conhecer e coisas para fazer não irão faltar.      

     (Todos os valores relatados a cima são referentes a outubro de 2015)


2 Comments

Deixe uma resposta