Nossa aventura na Floresta da Tijuca e Manual de Trilheiros de primeira viagem

Tá bem, gente! Essa não é a primeira vez que faço uma trilha, e imagino que não vai ser a última,  porém estou completamente fora de forma para aventuras deste tipo.  Vou relatar para vocês a minha experiência a seguir:

Tudo amanheceu bonito e colorido. Lá estava eu, Débora a autora que vos fala, tranquila e satisfeita na minha cama quando minha irmã aparece que nem uma fantasma teimando que íamos para a Cachoeira.  É sério, gente! Ela teimou.

“Que diabos de cachoeira, menina?”, eu quis saber.

“Não sei, mas vou perguntar para o Christopher.” Sim, meus amados leitores, foi essa a resposta dela. Se você está se perguntando agora quem é Christopher… Olha, não queira nem saber. É um doido que falou que seria fácil!    kkkk  Brincadeira.  É o namorado da Janice.

Não sei como eles chegaram ao acordo que íamos para a Floresta da Tijuca.  E eu?  Eu fui também, né. E ainda levei a coitada da minha sobrinha. Calma, gente. Não é a filha da Janice não! É a filha da minha outra irmã.

Detalhes a parte.

img_20170107_132824981

Localizada na Estrada da Cascatinha, 850 – Alto da Boavista, preferimos pegar um ônibus até o shopping da Tijuca e depois pedir um Uber, mas dependendo da onde você esteja hospedado até consiga chegar em apenas uma condução.

O parque abre diariamente as 8h as 17h, exceto no horário de verão que se estende até as 18h.  Chegamos lá por volta das 15h.

Misericórdia! Jesus, Maria e José!   Eu já disse o quão minha irmã estava teimosa hoje? Pois bem.  Perguntamos logo na entrada onde ficava a Cachoeira das Almas, e não sei como só eu prestei atenção no que o homem falou.

Ele disse que era só ir para a direita.“, eu tentei argumentar, mas Janice e Christopher – que haviam ido recentemente lá, pareciam tão convictos, que eu e Jodie acabamos cedendo e seguindo seus passos.

img_20170107_132156873
Christopher, Janice e Jodie indo pelo caminho dos carros (Percurso mais demorado)

Quando finalmente chegamos lá em cima perto do restaurante, descemos uma pequena trilha até a cachoeira. Não tão pequena assim.  Na volta descobrimos que eu estava certa o tempo inteiro!  Nos informamos com um fiscal e ele garantiu que havia uma outra saída da cachoeira que ia até a administração.  Seguimos esse caminho a risca, e nossa! Era muito mais fácil e menos cansativa. Inclusive descobrimos outras cachoeiras no meio do caminho.

 

O que levar para sua trilha ser um sucesso: 

  1. Água potável.
  2. Câmera fotográfica
  3. Chinelo (Eu deveria ter sido mais esperta! Deveria ter ido de tênis e levado o chinelo na bolsa.)
  4. Saco plástico para retornar com seu próprio lixo.
  5. Comida. Biscoitinhos e derivados.
  6. Ir de roupa confortável e com roupa de banho por baixo.

 

Se eu estiver esquecendo de alguma sugestão de o que levar, por favor, coloquem nos comentários!


Deixe uma resposta